sexta-feira, outubro 06, 2006

Eu Hoje voei

Para Clayre Martin, Lucas leitão, Marcelo Guimarães e D. Milk, Felipe Noir, Marcela e Amanda Oliveira, amores da mais variada procedência mas todos genuínos e que viram o nosso sonho nascer.
Para ela, uma vida novíssima.


Enquanto ela dormia com eles por dinheiro
Ou morria de medo em manhas inúteis...
Nós a víamos levando tiros em favelas
E indo para Paris, sendo bem infeliz.
Quase tragicamente a víamos rodando com meninos escuros
E sem se importar com a dor na carne
Nós, que riamos quando ela nos olhava azul
Enquanto sofríamos a euforia contida de bancos escolares
Ou
Nas primeira sessões de cinema, quando falávamos as frases de filmes antigos
Foi quando nossa vida fez mais sentido.
---------//------//-------//--------//-------//--------//-------
- Eu voei hoje!!
- Porque?
- Eu voei porque queria achar um lugar para amarrar a ponta da corda. Mas você estava muito longe

6 comentários:

Leelow disse...

como amarrar a ponta da corda se não temos um ponto fixo de estabilidade para prende-la?
a vida eh dificil , pessoas vem e vão de nossas vidas , mas o que mais me entristece é que sempre se vão as pessoas especiais... um dia hei de ir também...
sentirei saudades deste olhar azul

Debby disse...

Amarrar a corda significa equilibrio, mas tambem pode significar perda de liberdade.
de repente vale mais a pena vc continuar voando voando, voando...
pra quem nao sabe para onde ir, qualquer caminho pode levar a algum lugar.
:)

Luke disse...

Eu tambem tenho medo que as coisas mudem entre todos nós, sabia... Mas há de acontecer... um dia.
Enquanto isso, vamos aproveitando, né?

O Contador de Histórias disse...

Eu também tentei amarrar uma corda em algum lugar... Nas estrelas, mas aprendi que não existe matéria além de nossa atmosfera. ;)

Sara disse...

Isso me lembrou uma frase:

"Pq tenho que ser presa p/ proteger sua liberdade?!"

Somos punidos por fingir menos e agir demais.

thiago badaro disse...

cuidado pr ano voar muito e acabar caindo XD