sábado, junho 03, 2006

cruxifico comprado na Champs


São quatro lances de escadas vazias quando a gente abre a porta vemos sofás vermelhos sujos
as pessoas que vivem lá vivem fingindo qualquer coisa, mas é sempre mentira
servem pombos vivos nos jantares, parte do prazer estar em matar e abrir a ave para comer.
ns pintamos as paredes com o sangue, por isso aqui é tudo tão vivo.

10 comentários:

David disse...

Eu me daria bem com essa gente.

cara de anú disse...

Eu quase nunca entendo o que voce escreve no blog, mas gostei de "as pessoas que vivem lá vivem fingindo qualquer coisa"...

Manu

gabriella disse...

medo.
prazer em matar as pobres
aves?


:/

Luke disse...

Eu queria conhecê-las e ficar pro banquete.

vanessa(schön) disse...

sangramos pra viver ou vivemos pra sangrar? clichês existentes.

doug [cyber_angel] disse...

mas que belo banquete. não?

Tiago Velasco disse...

Boas imagens!

Skelter disse...

Gosto disso, do lance das paredes pintadas com sangue... Qnd era pequeno e me machucava, eu bebia meu proprio sangue, e algumas seitas antigas tinham o ato de beber sangue como uma das maneiras mais poderosas de se ficar louco, vai ver q é por isso q sou esse porra-louca até hj... Heh.

Bjs, hunny!! See ye!

rock on!

Fidel Curtis Rock disse...

bruxaria,conheço uma seita que para casar teremos que beber um o sangue do outro,e a frase de impacto é:
A morte não separa, apenas a falta de AMOR

BJO,"KAWA TON AAIMONA EAYTOY"

Tiago Velasco disse...

Valeu, pelo elogio, no Overmundo, do meu conto "A visita".
Vamos trocando impressões.