sexta-feira, fevereiro 03, 2006

hoje, pela tarde.

é que eu preciso escrever mais. existem filmes para serem feitos, livros pra serem queimados.
e está tudo me esperando, contando meus passos na escada, pra hora que eu vou irromper na sala vazia.
é o silencio tomando whisky, meus pai querendo discutir música brasileira comigo, no dia em que eu fui aniquilada.
arrasa porque eu não sabia que era tão fácil me aniquilar, mas um abraço pra eles. porque eu os adoro, mas hoje eu não estou adorando nem um pouco.
*************************

Digamos que eu, vivendo nessa miséria, estou nessa sala vendo televisão.. o meu irmão Felipe está na janela vendo a rua e a minha amiga Manuela está na rua, vendo a lua. O meu namorado Felipe está no vídeo, eu estou na sala, e minha sogra Manuela está na rua. eu estou no vídeo, meu namorado Filipe está no vídeo e minha inimiga Manuela está no vídeo. Eu estou na rua, o meu desconhecido Felipe está na janela e a minha amiga Manuela está no vídeo.
simples.

2 comentários:

FELIPE disse...

legal,sei la imagino uma pessoa de cima vendo esta historia.bom eu gostei..gosto de seu jeito de escreer...obrigado por me citar se sou eu msm..pelo menos eu imagino q seja...escrevi algo pra vc tb de novo...se chama com você,sempre...e é assim eu sonho a cada dia...xau,bj,amor!!

nickyyy disse...

O livro amarelo na verdade, honey!
é vermelho por fora, como as rosas...
e marrom por dentro como fezes!
mas se vc olhasse por dentro ia ver azul, mesmo...

pq eu to adorando ser filosofa!

hauhuhaua


thx a lot!

(good lucky)